terça-feira, 5 de abril de 2016

Doces para todos os gostos e orçamentos

Quando se fala em doce verdade seja dita: o assunto dá água na boca! E em tempos de ‘crise’, onde a grana anda curta, o que não faltam são opções deliciosas, criativas e que cabem em qualquer festa e orçamento. Afinal, independente de qualquer situação, não podemos nunca deixar de celebrar as coisas boas da vida. E assim elas nos aparecem diariamente: doceiras, confeiteiras e profissionais que despontam no mercado mostrando toda sua garra, determinação e amor pelo que realizam. Resolvemos nesta edição especial apresentar os doces que estão em alta na cidade.

 Torta de Maçã: um caso de amor!

Produzida pela Dona Sophie Doces, a tortinha de maçã é o carro chef da doceira

A combinação das frutas em harmonia com os doces sempre resulta em sobremesas equilibradas, leves e deliciosas. Além do contraste de sabores, são ideais para frequentar as mesas de todos os tipos de eventos e festas. Adriana conta que foi passando por sérios problemas de saúde que surgiu a receita da tortinha de maçã, hoje, carro chefe da sue empresa, a Dona Sophie Doces. A famosa tortinha é elaborada com ingredientes nobres e de forma artesanal. A massa é sutil e desmancha na boca e o recheio de maça é algo indescritível. Podemos dizer que degusta-la é algo mágico, pura alegria, que vem logo na primeira mordida!
“Faço meus doces como se fosse pra mim: leves, saborosos e criativos. Acredito que esse seja o segredo do sucesso”, revela. Os doces da Dona Sophie foram destaque no evento “Mulheres Apaixonadas”, realizado no Dia Internacional da Mulher, no Espaço Duda Fashion, e todo mundo só fala deles!


Naked cakes: Quem disse que bolo não tem beleza interior?

 Naked Cake por Bella’s Confeitaria

Ela sempre foi criativa e gostou de cozinhar até chegar aos doces. Então descobriu sua verdadeira vocação: tornar-se uma confeiteira. Não precisou muito para que a jovem empreendedora Isabella Carvalho descobrisse a receita do sucesso. Investiu em cursos, se capacitou, arregaçou as mangas e criou sua marca, a Bella’s Confeitaria, que além de produzir todos os meses no ano, também investe em datas especiais. A última Páscoa foi um exemplo generoso. Atenta às tendências, ela investe fundo  nas festas e na produção de Naked Cake (um tipo de bolo que não leva cobertura e que vem ganhado espaço em casamentos e festas em geral
“Os naked cakes preferidos dos meus clientes são os que levam recheio de brigadeiro branco e preto, creme de quatro leites, beijinho de coco, doce de leite ou uma saborosa ganache de chocolate. Além variar o sabor da massa, do recheio das frutas que o decoram, os nakeds também podem ser fabricados em versão mini, como forma de presente em casamentos e festas de 15 anos”, enfatiza.


Brownies, os queridinhos

 Casquinha crocante e textura macia: não há quem resista!

A jovem Carine Moulin é quem responde pelo famoso Moulin Brown. Esperta e antenada, contou que o negócio surgiu quando tinha 15 anos. “Resolvi levar meu brownie pra a escola no ensino médio e, a partir dai, não parei mais”, orgulha-se. O doce que hoje em dia é o queridinho de festas, casamentos e eventos ganhou seu diferencial pela praticidade de ser degustado sem precisar de prato e talher.
Atualmente, a Moulin Brown possui cinco sabores: tradicional, nutella, doce de leite, brigadeiro e paçoquita, mas em breve a doceira adianta que lançará mais dois, além de um produto feito a partir do brownie. Segundo Carine, o que faz seu produto ser tão especial é qualidade dos recheios, a casquinha crocante por cima e a textura macia da massa por dentro.
Outra característica da empresa é a participação em festas e eventos, dentre eles as inaugurações da Carmen Steffens e Close for us, e o lançamento de coleção Charlotte. Além de marcar presença em várias edições de Food Truck na cidade, foi convidada a participar do evento de cerveja “Deguste", que ocorrerá até o final deste ano, sempre no segundo sábado de cada mês na Praça da Águia. E isso é apenas o começo!


Abacaxi com coco: livre de culpas

O docinho faz bonito em todas as festas 

O docinho faz bonito em todas as festas Sabe aquele docinho que tem gosto de infância e de férias? O abacaxi com coco é, indiscutivelmente, a união de sabor que remete a todas as lembranças de momentos especiais. Aparentemente parece simples de fazer, mas requer habilidade e precisão na hora do ponto.  Essa é a proposta da nutricionista Cristina Felix – leia-se Farinha do Bem –, que já foi destaque em nossas matérias. Ela traz para os petropolitanos produtos para quem sofre de restrição alimentar, visto que grande parte da população atual apresenta intolerância ou sensibilidade a substâncias como glúten e lactose.
Formada pela UERJ, Cristina trabalhou na área de restaurantes por anos, mas acabou se apaixonando pela fabricação de produtos de panificação, confeitaria e congelados que pudessem fazer diferença na vida das pessoas. A sementinha da Farinha do Bem foi plantada em 2013 com muitos investimentos em testes de produtos e somente dois anos depois, em 2015, surgiu a ideia de montar uma cozinha exclusiva para a confecção de glúten free, livre de contaminações.
O docinho de abacaxi com coco é um clássico que passa com personalidade por todos os tipos de festa. Além dele, Cristina também elabora outros tipos de acordo com o gosto dos clientes. E se depender dela, ninguém fica de fora na hora de degustar um delicioso doce. 
  
Cupcakes, os famosos bolinhos individuais

Os cupcakes produzidos por Fabi Baltar são verdadeiras obras de arte

Bolo de copo, bolo de forminha... Quem nunca ouviu falar dos famosos cupcakes? Os mini bolos individuais nunca estiveram tão em moda e podem ser uma ótima alternativa para sua festa pois além de preencherem a mesa de doces, podem ser empilhados de forma que representem o grande bolo clássico, o resultado é encantador além de combinar beleza e sabor. Foi de forma despretensiosa que a educadora Fabiani, ou Fabi, como é conhecida, começou a elaborar bolos para familiares e amigos e não demorou muito para ficar conhecida e abrir um ponto de vendas, a loja “Eu quero Brigadeiro”, que trabalha com quase todos os tipos de doces e bolos para festa, com destaque para os cupcakes. “O diferencial do nosso produto está na forma como lidamos com o cliente, oferecendo produtos confeccionados com qualidade, que é imprescindível para nós”, comenta. A empresária do ramo da confeitaria lembra que outra vantagem dos cupcakes é a grande variedade de sabores disponíveis podendo agradar a diferentes gostos em uma única sobremesa. Segundo ela, os cupcakes também entram no contexto de decoração da festa ou evento pela infinidade de formas e coberturas que são facilmente adaptadas ao tema escolhido pelos clientes.
“Em 2015 representamos nossos doces em uma exposição que ocorreu no Shopping Bauhaus no mês das mulheres que foi um verdadeiro sucesso. Não há quem resista aos saborosos cupcakes”, orgulha-se.

 Brigadeiro: festa o ano inteiro

Na busca pelo refinamento, o acabamento do brigadeiro
passou a ter uma atenção especial.

Dá para imaginar uma festa sem brigadeiro? E a resposta é não! O brigadeiro deixou de ser uma exclusividade das festas infantis e ganhou as mesas mais refinadas. Para isso, o doce genuinamente brasileiro ganhou variações e sabores para todos os paladares. E foi devido ao sucesso de seus doces que Thais Dutra, que ama o que faz, resolveu abria a Brigaderia Imperial, empresa que surgiu em 2014 e que vem ganhando espaço no cenário petropolitano por seus brigadeiros gourmet produzidos 100% de forma artesanal elaborados com matéria prima de excelente qualidade, a começar pelo chocolate. “Fazer um brigadeiro é como esculpir uma joia. É preciso o máximo de atenção, cuidado e carinho para que o resultado final proporcione ao cliente um deslumbre não apenas visual, mas um sabor inesquecível”, afirma.
Irresistível e prático, o brigadeiro é aquela escolha certa que agrada a todos os paladares e sempre arranca suspiros e sorrisos quando se dá a primeira mordida. Como diria a empresária dos brigadeiros: “A vida é curta, comece pela sobremesa”.

Pastel de Belém invade as festas

O doce tão apreciado e cheio de segredos

Dos doces portugueses, indiscutivelmente, o pastel de Belém, é o mais conhecido, pois teve sua origem nos mosteiro de Jerônimo, em Belém, hoje um bairro de Lisboa. A receita é do século 19 e foi uma das formas que os monges encontraram para aproveitar as gemas que sobravam da produção de hóstias, feitas com clara de ovo e farinha de trigo. O doce que é cercado de mistério no preparo foi parar na vitrine de uma confeitaria de Petrópolis, a Panificação D. Laura, cujas proprietárias que são descendentes de portugueses resolveram homenagear a avó com essa iguaria. “Existe um segredo, sim. Não se trata de um ingrediente secreto, mas da forma de fazer o doce”, afirmam. O recheio é feito com gemas de ovo, açúcar e leite, um trio típico da confeitaria portuguesa, podendo ser aromatizado com raspas de limão ou baunilha.
A novidade lançada em primeira mão em nossa reportagem é que agora o pastel de Belém também passará a ser fabricado em versão menor, ideal para festa (foto), sendo o único da especialidade em Petrópolis.
  
Palha italiana gourmet, um luxo!

O doce ganhou nova versão e sabores inusitados, como o  de churros

Bianca Armbrust, como a maioria das doceiras, começou pelos brigadeiros. Foi no tempo em que estava na faculdade, em 2013, que ela abriu a Bigadeiros. Os doces que já faziam sucesso nas festas de família foram parar na universidade onde os pedidos de amigos se multiplicavam. “Quando vi, estava completamente apaixonada pelo trabalho”, lembra com emoção. E mesmo depois de estar formada em Psicologia, ela continuou a investir na empresa passando a criar outras delícias com características próprias, como bolos artesanais e palhas italianas, todos elaborados com ingredientes da melhor qualidade, com atenção especial ao acabamento e a embalagem. A palha italiana, que é destaque nesta matéria, é algo surpreendente. A gente come com os olhos e não tem ideia do que está degustando. Ela conseguiu tornar o doce gourmet, ou seja, do brigadeiro tradicional até a palha de churros. Ela também investe em sabores inovadores como Ovomaltine, Churros, Galak com Oreo, Leite Ninho com Nutella, entre outros.
“Estamos sempre inovando e renovando nosso cardápio. Além disso, trabalhamos com dedicação e amor. Amar o que faz é refletido no resultado do trabalho”, orgulha-se a empresária, que em 2015 participou de três edições do Food Truck Imperial. E isso é apenas o começo!

Chiques, finos e fondados

 O doce ganhou nova versão

Rita de Cássia Oliveira aprendeu a fazer doces com sua mãe, ainda na infância, quando descobriu um talento nato. Com o passar dos anos, foi aperfeiçoado técnicas, fazendo experimentos e em 2005, após deixar um trabalho em outro ramo, é que resolveu retomar sua antiga paixão. Não demorou para que os amigos aprovassem seus produtos e indicassem para outros amigos e, assim, sem a nenhuma pretensão e com os pedidos chegando, ela abriu a Tudo de Bom.
“Dentro de um leque de produtos variados uma de nossas especialidades são os doces finos e os doces fondados, eles são os preferidos”, conta. Mas não para por ai. Rita também elabora trufas, bombons, doces de chocolate entre outras especialidades que falaremos em outra oportunidade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário