quarta-feira, 6 de março de 2013

Páscoa chegando! Temos uma sugestão de filme que combina e muito com o tema.


Chocolate. Um filme que inspira mudanças, um sabor que hipnotiza!

Juliette Binoche interpreta Vianne Rocher
Sabe quando nada parece estar bem e você encontra sem querer em um dos bolsos, um pedaço ainda que pequeno, de chocolate e no instante que você o coloca na boca o tempo parece parar, e naqueles segundos de sabor e prazer você não consegue pensar em nada que não seja saborear cada milésimo de segundo daquela delícia? Pois é, com o filme Chocolate – Chocolat, no original não é diferente. Com atuações primorosas e uma história que muitas vezes nos lembra de que a vida não deve ser assim tão arrastada e sisuda. O longa nos leva a uma viagem de volta ao encontro da felicidade simples, encontrada nos sabores e aromas que nos cercam. Nesta edição falaremos sobre este filme que conquistou muitos fãs pelo mundo, a começar pelo nome. Afinal, que não se rende ao sabor e aos encantos de um bom chocolate?

       A película conta a história de Vianne Rocher, mãe solteira que se muda com sua filha para um vilarejo (fictício) no sul da França chamado Lansquenet-sous-Tannes e tenta se adaptar, sem saber que um grande desafio a aguarda.

      Ao abrir sua Chocolatarie Maya, ela vai observando o comportamento dos habitantes do local, fazendo uma espécie de análise da personalidade de cada um afirmando ter o dom de adivinhar o tipo chocolate certo para cada um. Aos poucos conquista o paladar e a amizade de alguns habitantes, mas, esta conquista não vem assim tão fácil.  Quando percebe que está perdendo o controle da população, o prefeito, o amargo e moralista Conde de Reynaud – Interpretado por Alfred Molina, declara guerra à Vianne e suas delícias de cacau, por reprovar suas atitudes e comportamento. Mas durante o desenrolar da história, ela descobre o poder de uma grande amizade e seu chocolate muda de vez o cenário local e o olhar de cada um sobre a vida, dando uma lição de tolerância e amabilidade no fim.

Judi Dench apresenta Armand Voizin
A mulher triste que se encanta com o chocolate.
O filme é repleto de cenas de dar água na boca. Uma delas está logo no início, quando ela recebe a visita de sua senhoria, Madame Armande Voizin – Brilhantemente interpretada por Judi Dench e oferece um chocolate quente como ela nunca havia provado antes, com um toque de pimenta, o que faz a mulher até então amarga e mal-humorada se soltar e gargalhar como se voltasse aos tempos da juventude, relembrando suas aventuras amorosas. Mas uma das mais emocionantes  é o almoço de aniversário de Armande, promovido por Vianne, onde os vizinhos se fartam de um verdadeiro banquete.

Uma mostra, através da telona, de que um sabor, por mais simples que seja se observado com atenção, pode mudar muita coisa em nosso dia. Quando comemos, é como se nos conectássemos com a natureza em suas enumeras manifestações. O paladar abre- nos um mundo que muitas vezes, esquecemos de visitar para ter a certeza de que a vida não precisa ser complicada, e que um único minuto pode trazer muitas surpresas.

Um filme que preenche a alma e alimenta a visão e o paladar!

FICHA TÉCNICA

Diretor: Lasse Hallström
Elenco: Juliette Binoche, Judi Dench, Johnny Depp, Alfred Molina, Hugh O'Conor, Lena Olin, Victoire Thivisol, Peter Stormare, Carrie-Anne Moss.
Produção: Leslie Holleran, David Brown, Kit Golden
Roteiro: Robert Nelson Jacobs
Fotografia: Roger Pratt
Trilha Sonora: Rachel Portman
Duração: 122 min.
Ano: 2000
País: EUA
Gênero: Romance
Cor: Colorido
Distribuidora: Não definida
Classificação: 12 anos


Nenhum comentário:

Postar um comentário