sexta-feira, 27 de abril de 2012

Bebericando. O Melhor Branco Nacional!



O vinho Maestrale Integrus Chardonnay 2010 da vinícola Sanjo foi eleito o Melhor Vinho Branco Nacional no concorrido Top Ten do Prêmio Melhores do Vinho realizado em conjunto com a mais recente edição da ExpoVinis Brasil 2012 em São Paulo, principal evento do segmento no Brasil.
Um seleto time de especialistas, incluindo representantes de Portugal e Argentina, elegeu os melhores vinhos em 10 diferentes categorias. “O Top Ten oferece um panorama dos melhores vinhos produzidos no mundo”, resume Domingos Meirelles, diretor da Exponor Brasil, organizadora do evento.
Única vínicola representante de Santa Catarina na cobiçada lista divulgada esta semana, a Sanjo comemora o sucesso do Maestrale Integrus, cuja safra 2010 representou a segunda edição lançada deste vinho branco diferenciado, elaborado pelo método de vinificação integral em barris de carvalho.
Considerada uma uva de difícil cultivo e adaptação, a Chardonnay é uma das variedades brancas mais conhecidas e apreciadas, pela sua versatilidade e capacidade de harmonização com os mais diversos pratos. Entre as suas particularidades está a capacidade de absorver, como nenhuma outra casta, as características do solo e do clima de uma região, refletindo intensamente o sistema de vinificação escolhido pelo enólogo para sua elaboração.
No caso do Maestrale Integrus, a uva traduz o valorizado terroir da Serra Catarinense, na produção de vinhos finos de altitude que destacam as singularidades da região que registra as temperaturas mais frias do país. Em relação à sua primeira edição, o vinho agregou notas mais delicadas da madeira de carvalho e um requinte ainda maior no sabor, proporcionado pela grande qualidade das uvas colhidas e o aprimoramento do método de vinificação.
O Maestrale Integrus 2010 fermentou nos barris de carvalho e permaneceu ali por mais 18 meses amadurecendo até ganhar a untuosidade e a riqueza desejadas. O enólogo da Sanjo, Marcos Vian destaca ainda o estágio do vinho nos barris de carvalho, onde permaneceu sobre as borras finas de leveduras e era temporariamente submetido a um processo de levantar as borras do fundo dos barris através de um movimento chamado de Batonage. “Este é o grande diferencial técnico deste vinho e o responsável pela sua riqueza no paladar e a complexidade dos aromas”, explica Vian.
A Sanjo Cooperativa Agrícola de São Joaquim (SC) é uma das maiores produtoras de maçãs do Brasil. A partir de 2002, a empresa passou a investir também na produção de vinhos finos de altitude, utilizando-se dos mesmos processos de qualidade e tecnologia que integram os valores essenciais de sua fruticultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário