terça-feira, 20 de março de 2012

Bebericando: O sucesso da Itaipava Light!


Produto contém menos calorias que uma cerveja pilsen está disponível no mercado

O Grupo Petrópolis, segundo maior do setor cervejeiro no país e produtor das marcas Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra e Weltenburger, do energético TNT Energy Drink, da vodca Premium Blue Spirit Unique e do Blue Spirit Ice, lança hoje seu primeiro novo produto de 2012: a Itaipava Light. Tem 25% menos calorias em comparação a uma cerveja lager do tipo pilsen. São menos de 35 kcal por 100 mL, ou seja, uma garrafa long neck 250 ml tem menos de 78 kcal e a lata de 350 mL menos de 110 kcal.
O objetivo é consolidar a marca em um segmento promissor dentro do setor cervejeiro. No mercado norteamericano, por exemplo, a primeira light foi lançada há quase 40 anos e atualmente as marcas mais vendidas são as menos calóricas (light). Além disso, em um estudo recente da Plato Logic's, consultoria britânica especializada em bebidas, as duas marcas de cerveja que mais cresceram em todo o mundo, entre 2005 e 2010, foram justamente cervejas light: a Polar Light, da Venezuela, e a Presidente Light, da República Dominicana. Este mesmo levantamento mostrou que a Itaipava foi a quarta cerveja que mais cresceu no planeta durante o mesmo período.
Segundo Douglas Costa, head de marketing e relações com o mercado do Grupo Petrópolis, o investimento da única grande cervejaria brasileira é arrojado e segue a linha inovadora de criar produtos diferenciados que atendam aos desejos dos consumidores. "Queremos oferecer mais
uma opção que proporcionará aos nossos consumidores uma maior liberdade de escolha. E o melhor de tudo é que nossos mestres cervejeiros criaram esta nova cerveja reduzindo calorias sem comprometer o sabor", declara Costa, pontuando que o lançamento é planejado com base em uma forte tendência do mercado nacional. "As pesquisas que fizemos mostraram que uma
grande parte dos consumidores brasileiros valoriza e já incorporou o conceito de light, principalmente no âmbito de bebidas e alimentos".
De acordo com dados do Euromonitor International, o consumo de produtos light cresceu 136% no Brasil nos últimos cinco anos. Em 2010, a categoria movimentou US$ 3,6 bilhões (dólares). Entre as principais vantagens do segmento está a margem de lucro. O preço de produtos dietéticos e lights costumam ser, em média, entre 10% e 15% mais altos. "A Itaipava Light entra em nosso portfólio de produtos Premium", diz Costa.
Para atender a esse novo conceito, a embalagem da Itaipava Light apresenta uma identidade visual própria, criada pela Design Luce. A cor predominante é a verde. A long neck, além de um design novo, com a identificação da palavra light escrita em alto relevo no vidro verde, possui rótulo de gargantilha na parte superior da garrafa. A lata traz uma inovação no seu formato sleek (lata de 350ml, mais alta e fina), nas cores prata e verde, e o logo próprio da marca em evidência.
Inicialmente o produto será distribuído nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A garrafa long neck de 250 ml estará disponível em embalagens individuais e em packs de seis unidades. O preço unitário sugerido será de R$ 2,09. As latas de 350 ml também serão servidas ao consumidor em embalagens individuais ou com doze unidades ao preço unitário sugerido de R$1,99.
"É um produto diferenciado no mercado nacional, desenvolvido para atender a uma demanda relativamente nova. Há tempos não havia nenhum lançamento com tantas chances de obter sucesso como a Itaipava Light", conclui Douglas Costa.

Sobre o Grupo Petrópolis
Fundado em 1994, o Grupo Petrópolis tem ampliado constantemente a sua participação no mercado brasileiro de bebidas com investimentos na qualidade de seus produtos e em equipamentos com tecnologia de ponta, mão de obra especializada, além da implementação de uma eficiente rede de distribuição.

FONTE: Assessoria 

Nenhum comentário:

Postar um comentário